segunda-feira, 25 de junho de 2018

UFRN comemora 60 anos de aniversário com homenagens

Foto: Cícero Oliveira.
O aniversário de 60 anos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi comemorado na manhã desta segunda-feira, 25, durante a Assembleia Universitária, no Auditório da Reitoria. O evento prestou homenagens aos fundadores da instituição de ensino e contou com a participação de alunos, servidores docentes e técnicos administrativos, além de gestores de entidades públicas e privadas do estado.

A Assembleia Universitária teve início com a apresentação da Banda Municipal de São Gonçalo do Amarante e da Orquestra Sinfônica da UFRN, seguida pelo descerramento da placa em homenagem aos precursores da Universidade, no pátio da Reitoria. Já no auditório Otto de Brito Guerra, houve o excerto da peça Sapiens A Ciranda do Infinito, de Danilo Guanais, com Café Quarteto e Ariadne Mendes, cuja obra completa será encenada em dezembro, durante o encerramento da comemoração do aniversário da universidade.

A reitora Ângela Maria Paiva Cruz conduziu a cerimônia e, em seu discurso, reforçou o papel da universidade, desde a sua criação em 1958, para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. A gestora acentuou sobre a importância de relembrar a contribuição dos fundadores para caminhar rumo ao futuro, baseados na inclusão social, na sustentabilidade e no investimento da pesquisa aplicada.

Representando a comunidade acadêmica, a diretora do Instituto de Medicina Tropical (IMT), Selma Jerônimo, traçou paralelo entre a história da UFRN e de outras universidades do mundo e considerou que, mesmo sendo jovem, a instituição potiguar potencializou o avanço do estado. Como principais desafios para os próximos anos, a professora considerou o prosseguimento na qualidade do ensino e da garantia de espaço no mercado de trabalho para os egressos, com alicerce na interiorização e na internacionalização. Já em nomes dos ex-reitores, Geraldo Queiroz, comparou a universidade sexagenária a uma árvore, avaliando que a instituição criou raízes, ampliou fronteiras e segue dividindo seus frutos, por meio da produção de conhecimento.

O evento continuou com a entrega de troféus e homenagens, dentre as quais aos familiares dos precursores da instituição de ensino, como Dinarte Mariz, Januário Cicco e Câmara Cascudo. Para finalizar a programação, houve o lançamento dos livros Discurso de Câmara Cascudo, Antologia de Pedro Velho e Carta aos Escritores.

Williane Silva de ASCOM – Reitoria/UFRN
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © O Jornal Da Serra | Powered by Blogger Design by ronangelo | Blogger Template Mais Template