quarta-feira, 19 de julho de 2017

terça-feira, 18 de julho de 2017

“Há uma intolerância muito grande”, diz Fernanda Brum sobre cristofobia


Cantora participou do The Noite, programa apresentado por Danilo Gentili (Foto: Divulgação).
A cantora e compositora Fernanda Brum foi uma das entrevistadas no programa The Noite, exibido na última sexta-feira (14) pelo Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). A atração é apresentada pelo humorista e jornalista Danilo Gentili.

Na ocasião, Fernanda falou de vários temas, como sua carreira, que soma 25 anos este ano e também de seus envolvimentos com missões e instituições, como Mais e Portas Abertas.

“Há mais de 200 milhões de perseguidos no planeta. Você não pode ser cristão, não pode falar na televisão que é cristão, porque vai ser morto em praça pública. Há uma intolerância muito grande”, disse a cantora.

Brum analisou o cenário global para o cristianismo. “Há mais cristãos martirizados hoje no planeta que no tempo dos discípulos. Em alguns países da África você não pode cantar uma canção evangélica”, afirmou.


Além disso, a intérprete também divulgou o livro que conta sua história de vida. “O livro trata de assuntos sobrenaturais, trata de conversão mesmo, de gente que largou o pecado, tipo eu, e mergulhou no Evangelho puro e simples”.

“Porque sinceramente, o Evangelho não é pesado, não é um bicho de sete cabeças, é liberdade, é transformação, é deixar de fazer o que estava errado, começar a fazer o que é certo, ter unidade com o irmão, ser tolerante com o outro, apesar de discordar…”, contou.

Por fim, Fernanda mostrou seu deslumbre com a fé cristã. “O Evangelho é lindo. Se as pessoas não tivessem tanta encrenca com a Igreja, teriam mais experiências com o Evangelho”, opinou.

Gospel Prime

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Refis beneficia igrejas e dá desconto de até 99%


Inclusão de igrejas no novo programa de financiamento foi pedido da bancada evangélica (Foto: Divulgação).

O Congresso aprovou recentemente  o projeto do novo programa de refinanciamento de débitos com a Receita Federal. O parecer do deputado Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG) sobre o “novo Refis” foi analisado na comissão especial sobre o tema. Dentre as modificações na proposta original estão aumento no limite no desconto das multas, alteração de prazo de adesão e benefícios fiscais a igrejas, clubes de futebol e universidades.

O texto do programa, chamado de Programa Especial de Regularização Tributária, se originou de uma medida provisória e deve passar ainda pelo Senado antes de ser sancionado. A medida 

foi editada no final de maio, com expectativa do governo de arrecadar neste ano aproximadamente 13 bilhões de reais. O texto aprovado na comissão traz uma série de modificações à proposta do governo.

A versão final do relatório prevê descontos de 99% em juros e multas para os devedores que, após o pagamento de 20% da dívida ainda este ano, liquidarem o restante integralmente em janeiro de 2018. No original, o limite era de 90%. Para quem parcelar o restante em 145 meses, a redução em multas e juros será de 90%, e para quem dividir o saldo após a entrada em 175 meses terá abatimentos de 85% em juros e multas.

A adesão, que era previstas até 31 de agosto de 2017, agora será de 90 dias após a regulamentação. Com isso, a data limite deverá ficar para segunda quinzena de setembro, segundo o relator.

Igrejas

Para atender a pedido da bancada evangélica da Câmara dos Deputados, o relator incluiu a previsão de remissão de débitos tributários de “entidades religiosas e instituições de ensino vocacional, sem fins lucrativos” com a Receita Federal. O perdão vale para débitos inscritos ou não na Dívida Ativa da União, inclusive aqueles objeto de parcelamentos anteriores ou que são alvo de discussão administrativa ou judicial.

Cardoso Jr. disse que a medida apenas “corrige” um erro, uma vez que essas entidades, na visão dele, deveriam ser imunes à tributação. A Constituição garante que entidades beneficentes de assistência social são isentas de pagar impostos, mas o alcance é limitado a esse tipo de instituição. Segundo o peemedebista, além do apelo da bancada evangélica, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também teria solicitado a medida ao relator.

O novo texto do Refis prevê ainda que essas entidades religiosas e instituições de ensino vocacional que exerçam atividade de assistência social, sem fins lucrativos, “são isentas da cobrança de tributos, inclusive contribuições, da União incidentes sobre o patrimônio, renda ou serviços pelo prazo de cinco anos”.

Fonte: Veja.

domingo, 16 de julho de 2017

Ministério vai liberar R$ 5,4 milhões para projetos de turismo

Estados poderão enviar até três propostas de projetos de infraestrutura, planos de marketing e capacitação de administradores

Objetivo é descentralizar obras de melhorias no setor de turismo no País (Foto: Roberto Castro/ MTur).

Até essa segunda-feira (17), o Ministério do Turismo recebe proposta de gestores públicos para melhorias no setor turístico. A chamada pública vai destinar R$ 5,4 milhões para as iniciativas selecionadas.

Os interessados podem enviar projetos de infraestrutura, planos de marketing e capacitação de administradores. A ideia é descentralizar a gestão do setor.

“Esse processo é mais uma iniciativa essencial que estamos desenvolvendo para dotar os destinos nacionais da estrutura necessária à atividade turística. Inclusive prorrogamos a data-limite inicial desta chamada, a fim de estimular uma maior adesão, e ainda dá tempo”, enfatizou o ministro Marx Beltrão.

Cada estado pode enviar até três propostas. Os projetos de engenharia escolhidos podem ser contratados por convênio de R$ 100 mil a R$ 250 mil. O resultado deve ser divulgado em 11 de setembro.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Cartão Reforma vai beneficiar 170 mil pessoas até o fim de 2018

Benefício é voltado a famílias com renda mensal de até R$ 2,8 mil para financiar reformas e alterações em casa, sem necessidade de pagamento ao governo

Limite do recebimento do benefício por pessoa é de R$ 9.646,07, no total (Foto:Divulgação).

Com o benefício do Cartão Reforma, até 2018, cerca de 170 mil famílias poderão reformar, ampliar e até mesmo concluir suas moradias. Os valores repassados pelo programa foram divulgados nesta sexta-feira (14). 

Os beneficiários, que devem fazer parte de famílias com renda mensal de até R$ 2.811, poderão usar o cartão sem a necessidade de retorno ao governo. 

O site do programa reúne informações aos interessados em participar e aos vendedores de materiais de construção e apoiadores.

Valores

O Ministério das Cidades definiu que, para ampliação de residências com mais de três moradores, o benefício a ser repassado será de R$ 8.048,18. Para esgotamento sanitário, o valor será de R$ 1.645,88, no máximo; e, para construção de banheiro exclusivo, o valor é de R$ 5.009,84.

Para complementação de instalações elétricas, hidrossanitárias, pintura, forros e outros tipos de revestimentos, o valor disponibilizado será de R$ 7.000,21, pois entra no quesito de conclusão de obra. Nessa categoria também está incluso a adaptação do imóvel para acessibilidade.

No fim de junho, por meio de outro decreto, a pasta determinou as condições para o recebimento do benefício, validade de um ano do cartão e recebimento parcelado dos valores.

Critérios de participação

O participante precisa ser maior de 18 anos ou emancipado, residir no local da reforma, em área regularizada, e deverá ficar responsável pela mão de obra. Ele poderá receber o benefício mais de uma vez, desde que o total não exceda R$ 9.646,07.

É necessário ainda possuir linha de telefone celular para recebimentos de SMS, pois o imóvel receberá visitas constantes de profissionais da área técnica para vistoria. Imóveis em precariedade, como os formados por taipa não revestida, madeira aproveitada e palhas, não serão cobertos pelo programa.



sábado, 15 de julho de 2017

Turnê evangelística assembleiana



Ao longo da última semana, igrejas Assembleias de Deus de Lagoa Nova, Distrito de Manoel Domingos, Tenente Laurentino Cruz e Cerro Corá, receberam a turnê evangelística que ofereceu estrutura de palco, iluminação, pregadores e banda gospel. 

Conforme o pastor Haroldo, dirigente da igreja em Lagoa Nova, o evento foi muito positivo, haja vista que, pessoas foram evangelizadas e três delas, converteram-se. Em Lagoa Nova, ministração do evangelho foi proferida  pelo pregador Diego Rafael, de João Pessoa/PB.

A turnê, que também trouxe a banda Chamas pentecostais, foi articulada pelo Pr. Manoel Geraldo, que atualmente, pastoreia evangélicos de Tenente Laurentino. Segundo o próprio Pr Manoel,  a estrutura cristã protestante que percorreu a Serra de Santana, veio de Assu/RN a custo zero. 

Veja mais fotos a seguir:










Arraiá da Nozin: revivências

Faz uma semana, em Lagoa Nova/RN, que na rua Nozinho Felipe, os lagoanovenses vivenciaram o 16º Arriá. O evento foi lotação. É organizado por Paulinho Veterano, familiares e apoiadores. Vale salientar que, Paulinho, em épocas carnavalescas, há anos, também organiza o bloco UFCD e torneios de futebol. 

Valeu Paulinho, parabenizo a força de vontade, perseverança e dedicação de todos!


Confira os principais faches:  












































Postagens mais antigas → Página inicial
Copyright © O Jornal Da Serra | Powered by Blogger Design by ronangelo | Blogger Template Mais Template