Curso com certificado!

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Veja as dicas para um carnaval saudável e seguro

A Agência Brasil listou pontos importantes a serem lembrados
Foto: Agência Brasil.
Começa nesta sexta-feira (21) uma das festas mais aguardadas do país, o carnaval. No entanto, para que o feriado não esteja associado a problemas, os foliões devem tomar alguns cuidados. 

Neste ano, a disseminação do coronavírus pelo mundo tem preocupado os foliões. Não há circulação do vírus no Brasil, portanto, não existe restrição ou recomendações especiais para viagens em território nacional. Caso o destino da viagem seja o exterior, além de evitar a China, é preciso verificar junto à embaixada ou sites oficiais do país de destino quais as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde locais, como vacinas.

De forma geral, o Ministério da Saúde orienta adotar medidas de precaução padrão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente antes de ingerir alimentos, após utilizar transportes públicos, visitar locais com grande fluxo de pessoas como mercados, shopping, cinemas, teatros, aeroportos e rodoviárias. Se não tiver acesso a água e sabão, use álcool em gel a 70%;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos e outros utensílios; 

- Evitar tocar mucosas dos olhos, nariz e boca sem que as mãos não estejam higienizadas; 

- Proteger a boca e o nariz com um lenço de papel (descarte logo após o uso) ou com o braço (e não as mãos) ao tossir ou espirrar.

No entanto, se a pessoa viajou para a China, nos últimos 14 dias, e apresentou sintomas como febre, tosse ou dificuldade para respirar, a orientação é procurar atendimento médico imediatamente e informar detalhadamente o histórico de viagem recente, além dos sintomas.

“Usar camisinha é uma responsa de todos”
Neste ano, a campanha do Ministério da Saúde reforça a importância do uso do preservativo com o slogan “usar camisinha é uma responsa de todos”. Para o Carnaval deste ano, a pasta distribuirá 128,5 milhões de preservativos para todo o Brasil. Ao todo, 570 milhões de preservativos e géis lubrificantes estarão à disposição da população neste ano para que a prevenção seja constante e não apenas nos quatro dias da folia.

O alerta é que o importante mesmo é não deixar de usar o preservativo, que é o método mais seguro contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) como HIV, sífilis, herpes genital, gonorreia e HPV, e, também, para evitar uma gravidez indesejada. 

A proposta é chamar atenção, principalmente dos jovens de 15 a 29 anos, onde registra-se o aumento das ISTs, durante todo o ano. A campanha lembra que muitas doenças são passadas pelo beijo e, no ato sexual sem proteção (oral, vaginal ou anal), pode haver muitos tipos de contaminação.

Entre as dicas aos foliões, a pasta recomenda: “Vá para a festa disposto a se divertir com tranquilidade e responsabilidade. Afaste a ideia de que ‘no carnaval tudo pode’, pois esse pensamento pode trazer graves consequências para a sua saúde e complicações para a sua vida depois que a festa passar”.

Assédio sexual
“Carnaval não é desculpa, a roupa dela não é desculpa, bebida não é desculpa” para o assédio. Esse é o mote da campanha do governo federal para prevenir o assédio sexual no período de carnaval — “Assédio é Crime. #NãoTemDesculpa”. A ação será realizada até o dia 29 de fevereiro, em resposta ao aumento dos registros de assédio sexual e violência contra a mulher nos dias de festa. https://www.mdh.gov.br/todas-as-noticias/governo-lanca-campanha-contra-assedio-sexual-no-carnaval

A campanha inclui distribuição de materiais como adesivos, camisetas, apitos e leques em 22 estados, com destaque para as principais praças: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Recife (PE) e Olinda (PE). O material instrui que qualquer pessoa que presenciar ou for vítima de assédio sexual e violência, pode e deve denunciar pelo Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência.

Assédio sexual é crime previsto em lei. A pena para importunação sexual pode variar entre 1 e 5 anos, sendo aumentada em caso de agravantes.
Segurança

A saúde, contudo, não deve ser o único cuidado dos foliões. Para evitar furtos de objetos pessoais, como joias e celulares, a recomendação é evitar carregá-los para as festas. Caso seja fundamental, não deixar nada visível e com acesso fácil a terceiros. 

Para reforçar a segurança, esses objetos devem ser guardados nos bolsos da frente ou em algum tipo de compartimento fechado com botões ou zíper. Se quiser levar bolsa, o conselho é manter à frente do corpo, fechada e sempre à vista.

Antes de sair de casa, tenha certeza de que o celular está carregado e o mantenha em local seguro e discreto.

Mesmo que o folião opte por não levar nada para a festa, é necessário ter documento de identidade. O alerta da Polícia Civil é que a identificação é primordial para o caso de feridas ou confusões. 
Crianças

A Polícia Militar do Distrito Federal realiza Campanha de Identificação Infantil para o Carnaval deste ano. Para evitar o desaparecimento dos pequenos foliões, a PMDF disponibiliza, em seu site oficial, o crachá de identificação. O processo é fácil e rápido e pode ser feito em três etapas.

A PMDF também distribuirá pulseiras de identificação infantil em postos montados nos blocos carnavalescos infantis. Segundo a corporação, a pulseirinha facilita a identificação infantil por ser melhor fixada, dificultando a perda. A pulseira será entregue e preenchida por policiais nos postos de identificação dos principais bloquinhos públicos durante o Carnaval.

Para que a folia com as crianças não perca seu brilho, a PMDF dá dicas de cuidados: 

- Oriente a criança a não aceitar alimentos ou bebidas de pessoas estranhas;

- Jamais aceite convites de desconhecidos;

- Oriente ao pequenino para que fique sempre por perto; 

- Sempre combine um ponto de encontro com as crianças;

- Explique à criança que, caso se perca, procure um policial imediatamente.
Bebida e direção

O folião também deve se lembrar de não misturar bebida alcoólica e direção nos dias de Carnaval. Apenas no Distrito Federal, além das ações educativas, estão previstas pelo menos 30 operações entre a sexta-feira (véspera de Carnaval) e a Quarta-feira de cinzas. 

Segundo o Governo do Distrito Federal (GDF), a medida pretende retirar das vias os condutores que insistirem em assumir a direção do veículo após o consumo de bebida alcoólica. 
Telefones 

Além das dicas, a recomendação é ter em mãos telefones úteis dos órgãos de saúde e segurança pública em caso de necessidade, como assédio sexual, agressão, mal súbito ou outras situações de emergência: 

Central de Atendimento à Mulher – 180

Disque Direitos Humanos – 100

Disque Denúncia - 181

Polícia Militar- 190

SAMU - 192

Corpo de Bombeiros - 193

Defesa Civil - 199

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Será amanhã!


Valorização dos professores

Por Márcia Araújo

1º semana de aula, e as redes sociais bombam com tantas “VOLTA ÀS AULAS”. Salas de aulas decoradas e lindas, crianças ansiosas, outras chorando, outras sorrindo, mamães aflitas, escolas movimentadas, ruas, supermercados, toda a cidade volta à vida.

Mas uma coisa a grande maioria das pessoas não sabe. Há quase um mês os professores já vêm empenhados, dedicados para a organização das salas de aula. Muito tempo e dinheiro envolvido. O comércio já vem faturando bastante não só com a compra do material escolar das crianças, mas com a compra do material escolar do professor para sua sala e para a manutenção das aulas de seus alunos.

Sim, queridos papais, nossos professores compram materiais para a educação dos seus filhos com muito gosto. Somos talvez a única categoria que ao voltar de férias precisamos organizar nosso orçamento para, com muita alegria, recepcionar nossas crianças. Para tanto amor, atenção, dedicação e respeito com a profissão, pedimos que, ao ver imagem nas redes sociais de trabalhos nas escolas, não só curtam mas deixem um comentário. Mostrem que vocês se importam com o professor do seu filho, com nossa categoria. Essa valorização gera um poder maravilhoso de autoestima de felicidade que não custa nada e que é repassado para a aula.

Todos nós ansiamos por valorização e encorajamento por parte do outro, e se essa valorização vem de você, mãe, pai, quem consideramos muito importante, isso é um prêmio para nós. Essa aceitação nos dá um sentimento de integração e identidade.
Que 2020 seja o ano da VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR.

Vamos juntos passar essa aula.

Plenário aprova ultrassonografia mamária obrigatória pelo SUS



Projeto assegura exame gratuito para mulheres jovens com risco de câncer ou para completar o diagnóstico

Deputados reunidos para votar os projetos em pauta nesta quarta (Foto: Clara Viana).
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta, o Projeto de Lei 7354/17, que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a realizar o exame de ultrassonografia mamária como forma de prevenção de câncer de mama. O texto segue para sanção presidencial.

A regra vale para as mulheres jovens com elevado risco de câncer de mama; que não possam ser expostas à radiação; que tenham entre 40 a 49 anos de idade; ou que tenham alta densidade mamária.

Os exames deverão ser gratuitos, nas unidades públicas ou por meio de hospitais e clínicas conveniadas.

Pelo texto aprovado, a indicação para a ultrassonografia dependerá da avaliação do médico assistente. A proposta modifica a Lei 11.664/08, que trata da prevenção, detecção, tratamento e seguimento dos cânceres do colo uterino e de mama no âmbito do SUS.

A lei atual já assegura a realização de mamografia a todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade, mas, conforme a autora da proposta, senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), na presença de tecido mamário denso, o exame não se mostra adequado, nem suficiente para o diagnóstico do câncer de mama. 

Agência Câmara

Morre o fundador do jornal A Notícia


O profissional R. Alves, durante mais de 20 anos, comandou o portal e impresso mensal A Notícia (Foto: Divulgação).
Faleceu em Currais Novos/RN, no final da noite desta terça-feira (18), o comunicador  Raimundo Alves, o "R. Alves", que em sua trajetória passou por  emissoras de rádio do Seridó Potiguar.

R. Alves, que fundou e mantia as edições mensais do impresso "A Notícia", ultimamente, enfrentando problemas renais, fazia sessões de hemodiálise em Caicó.

De acordo com a família, nesta segunda-feira, dia de hemodiálise, ele não foi a Caicó e se programava para viajar a Natal para apresentar resultados de exames ao médico.

Nesta terça começou a passar mal mas se negava a ir ao hospital, porém, foi levado por um dos fihos ao Hospital Regional de Currais Novos, onde ele foi direto para a UTI e veio a falecer.

O Jornal da Serra de Santana/RN, através de Eliabe Davi Alves, editor chefe, manisfesta sinceros pesares a família, amigos e admiradores do comunicador R. Alves.

Câmara aprova MP que altera regras do crédito rural

Conhecida como MP do Agro, a medida seguirá para o Senado
Plenário aprovou MP que, entre outros pontos, prevê fundo de garantia para empréstimos.
O Plenário da Câmara dos Deputados concluiu, nesta terça-feira (18), a votação da Medida Provisória 897/19 (MP do Agro), que prevê várias mudanças relacionadas ao crédito rural, como um fundo de garantia para empréstimos, linhas de subvenção para construção de armazéns de cereais e aperfeiçoamento de regras de títulos rurais. A matéria será enviada ao Senado.

Nas votações desta terça, os deputados aprovaram três dos sete destaques apresentados ao projeto de lei de conversão do deputado Pedro Lupion (DEM-PR).

Por 243 votos a 20, foi aprovado destaque do PSD para excluir do texto a determinação de repasse de, pelo menos, 20% dos recursos dos fundos constitucionais do Nordeste (FNE), do Norte (FNO) e do Centro-Oeste (FCO) a bancos privados habilitados para a concessão de créditos segundo as diretrizes desses fundos.

Ainda sobre esses fundos, emenda do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) foi aprovada por 259 votos a 27, retirando dos conselhos deliberativos das superintendências de desenvolvimento regional de cada uma dessas regiões a atribuição de análise das operações de empréstimos feitas pelos bancos com recursos dos fundos.

Por fim, com 288 votos a 29, o Plenário aprovou destaque do DEM para permitir que os produtos rurais vinculados à Cédula de Produto Rural (CPR) sejam considerados bens de capital essenciais à atividade empresarial do emitente, passíveis de serem objeto de ações judiciais e incluídos em recuperação judicial.
Essa cédula é emitida para garantir o pagamento de um empréstimo rural com a produção.

Agência Câmara

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

ABI entra com notícia-crime contra Hans River





A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF), do Distrito Federal, uma notícia-crime contra Hans River do Rio Nascimento, que depôs como testemunha, no último dia 11 de fevereiro, em sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga fake news, nas eleições de 2018.

De acordo, com a notícia-crime, Hans River, “faltou com a verdade não apenas em relação a trabalhos realizados durante o período que atuou no disparo das mensagens, mas também mentiu sobre diversos aspectos que envolveram a apuração jornalística capitaneada pela repórter Patrícia Campos Mello, incluindo ofensas de cunho misógino e atentatórias à honra da citada profissional.”

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Culminância cultural em Florânia


Culminância da  disciplina Educação Urbana ministrada pelo professor Damião Celestino  no curso de Pedagogia IBRAPES/UVA, Polo de Florânia, turma 2018.2. O evento Café com Cultura proporcionou momentos de interação através das linguagens artísticas com ênfase no lazer , cultura ,estilos e comportamentos urbanos.  Por fim , procedeu-se com a apresentação dos trabalhos que teve como tema " A cidade sob a ótica de seus marcos legais".

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

UNALE ENTREGARÁ TROFÉU DO PRÊMIO ASSEMBLEIA CIDADÃ



Na próxima semana, a Unale entregará o troféu da 1ª edição do Prêmio Assembleia Cidadã, realizada em 2019, que contemplou os melhores projetos que humanizam os serviços prestados pelo Poder Legislativo Estadual. A premiação visa incentivar a modernização dos processos legislativos, o atendimento humanizado ao cidadão e a melhoria da sociedade.

Eleitas pelos participantes da 23° Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), em Salvador/BA, as Casas Legislativas dos estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Espírito Santo, venceram nas categorias, Projetos Especiais, Gestão, Atendimento ao Cidadão, respectivamente.

A entrega de troféus ocorrerá no dia 18 de fevereiro na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALERN), no dia 19 de fevereiro na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) e, em data posteriormente definida do mês de março, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES). Além do troféu transitório, os vencedores receberão o Selo Assembleia Cidadã e o valor de 20 mil reais para ampliação dos projetos.

Categorias premiadas

ATENDIMENTO AO CIDADÃO: Com 373 votos, o ganhador foi o “Espaço Assembleia Cidadã” da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O projeto disponibiliza um espaço da Casa com serviços, como: Procon, Delegacia do consumidor, emissão de carteiras de identidade, procuradoria da mulher, entre outros.

GESTÃO: Com 246 votos, o ganhador foi o projeto “Legis RH”, do Rio Grande do Norte. A ferramenta, que foi implementada em maio de 2017, é um aplicativo para implantar o processamento da folha de pagamento, o controle do cadastro dos servidores e o controle de férias. O objetivo principal é facilitar a interação do servidor com a empresa.

PROJETOS ESPECIAIS: Com 485 votos, o ganhador foi “ALEPE Acolhe”, de Pernambuco. O projeto prepara adolescentes que estão no cadastro nacional de adoção e em situação de vulnerabilidade para o mercado de trabalho e demais inserções sociais.


SERVIÇO:
Entrega de Troféus do Prêmio Assembleia Cidadã
Informações disponíveis no site da unale: www.unale.org.br




quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Fiquem ligadinhos!


Nota oficial: FENAJ e SJSP se solidarizam com jornalista Patrícia Campos Mello e repudiam mentiras e ofensas em CPMI das Fake News



A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) manifestam-se em solidariedade à jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, alvo de ataques nas redes sociais após o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) repercutir, em sua conta no Twitter e no plenário da Câmara dos Deputados, declarações falsas contra a jornalista, por parte de um depoente à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito das Fake News.

Uma das fontes de Patrícia Campos Mello na apuração jornalística sobre empresas contratadas para disparos em massa de mensagens de whatsapp nas eleições de 2018, Hans River do Nascimento declarou à CMPI das Fake News que a jornalista queria “um determinado tipo de matéria a troco de sexo”. Ao repercutir a afirmação, o deputado Eduardo Bolsonaro disse não duvidar que a jornalista “possa ter se insinuado sexualmente”.

As declarações difamatórias foram desmentidas por reportagem da Folha, que disponibilizou provas, como gravações dos contatos e trocas de mensagens de Patrícia com Hans durante a apuração da matéria. A FENAJ e o SJSP repudiam as condutas do depoente e do parlamentar, entendendo que contribuem para a perseguição a jornalistas e descredibilização da profissão, reflexos dos ataques deliberados e estimulados pelo governo.

A Federação e o Sindicato repudiam, ainda, o caráter misógino, violento e sexista do ataque à profissional jornalista, utilizado para colocar em dúvida a credibilidade das informações apuradas por Patrícia, uma das profissionais mais respeitadas e premiadas do país. O ataque atinge não só a repórter da Folha, mas também os princípios democráticos, constitucionais e a liberdade de imprensa.

A Fenaj e o SJSP se colocam à disposição da jornalista para discutir e encaminhar as medidas cabíveis para defender o exercício do jornalismo e punir as mentiras e as ofensas utilizadas 

para atacar a jornalista e seu importante trabalho de reportagem.

Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)
Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP)

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

No Senado, Weintraub diz que Enem foi alvo de "chuva de fake news"


O ministro Abraham Weintraub durante audiência pública na Comissão de Educação do Senado - Marcelo Camargo/Agência Brasil.
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse nesta terça-fera (11) que a divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano foi alvo do que chamou de “chuva de fake news”. Convidado para explicar o problema ocorrido na Comissão de Educação (CE) do Senado, o ministro justificou por que não se pronunciou pessoalmente depois de identificado o problema. Weintraub disse que "em respeito à Justiça, que estava avaliando o que houve”, preferiu ficar em silêncio sobre a correção do Enem.

Aos senadores, o ministro da Educação disse que o erro se deu na gráfica na hora da impressão. Para ele, o mesmo problema pode ter acontecido em outras edições do Enem sem que ninguém ficasse sabendo. “Não dá pra afirmar [sobre ter acontecido o mesmo erro no passado] nem que sim, nem que não, mas esse tipo de processo pode ter acontecido no passado."

Inconsistência no Enem

Segundo o ministro, ao interagir com internautas logo após a divulgação do resultado do Exame, ele mesmo percebeu que havia uma inconsistência no segundo dia de prova e alertou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os erros, ressaltou o ministro, foram corrigidos antes da abertura das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Weintraub afirmou que todos os gabaritos dos mais de 5 milhões de inscritos foram checados e rechecados várias vezes utilizando os quatro gabaritos existentes e que, por isso, nenhum estudante foi prejudicado.

Weintraub também disse aos senadores que as pessoas que procuraram o MEC para reclamar de problemas no exame foram divididas em três grupos: o primeiro formado por "militantes, que se faziam passar por um aluno, entravam colocando terror na rede, e a gente descartava". De acordo com o ministro, outro grupo era formado por pessoas “que não estavam entendendo o processo, e nós orientamos". O terceiro grupo, segundo ele, "foi o de alunos que foram mal, mas disseram que 'a culpa era do Weintraub'. Os pais nos procuraram, nós checamos as provas e vimos que haviam tirado a nota mesmo". 

De acordo com o ministro, 5,1 mil estudantes – excluindo os treineiros – foram atingidos. "Estatisticamente o impacto foi irrelevante, mesmo assim o MEC entrou com um processo administrativo contra a gráfica." Abraham Weintraub acrescentou que já foi aberto novo processo de licitação para a contratação de uma nova gráfica para a realização do exame de 2020.

Agência Brasil.

sábado, 8 de fevereiro de 2020

Homenagem póstuma da ANL ao Dr. Rider Furtado de Mendonça


Advogados do RN caem na folia de Momo



 _Bloquinho de CAARNaval sai no dia 19, e é aberto ao público em geral_

Uma pausa nos processos e tribunais. No próximo dia 19, os advogados potiguares vão se encontrar nas ruas do Tirol, no Bloquinho de CAARNaval – o nome é uma alusão à Caixa de Assistência dos Advogados do RN, que organiza a prévia carnavalesca da advocacia.

Essa é a segunda edição do bloquinho. A primeira fez tanto sucesso que teve ampliação para 2020, e a expectativa é de reunir 300 pessoas. “A Caixa de Assistência também tem a missão de promover cultura e lazer para a Advocacia. O Bloquinho proporciona essa integração e confraternização dos advogados e seus familiares. E esse ano, conseguimos inseri-lo na programação das prévias de carnaval de rua de Natal”, diz Monalissa Dantas, presidente da CAARN.

O abre alas será na sede social do América Futebol Clube, no Tirol, onde os foliões se concentram ao som de uma bandinha de frevo. De lá, eles seguem até o Clube da Polícia, onde será montada uma estrutura com bar, segurança e banheiros. No local, a festa ficará por conta de Radamés e Banda, e Gota Elétrica – que inclusive tem um advogado nos vocais: Augusto Nunes.

As senhas já estão sendo vendidas na sede da CAARN, e na Casa de Apoio ao Advogado, com desconto para advogados iniciantes. O Bloquinho de CAARNaval conta com o apoio das empresas Divepe Ford, Mercedes, Promad, Auri Autopeças, Hazbun e Sicoob.

 *SERVIÇO*

Bloquinho de CAARNaval
Atrações: Bandinha de Frevo, Radamés e Banda, Gota Elétrica
Quarta, 19/02 – 19h
Concentração: Sede Social do América (Tirol)
Informações: 3234-3646

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Correntistas terão informações mais claras sobre cheque especial


Extrato detalhará limite, juros efetivos e saldo devedor.
A partir de junho, o correntista que usa o cheque especial terá acesso a mais informações. Circular publicada hoje (6) pelo Banco Central (BC) obriga os bancos a detalhar, no extrato, informações sobre esse tipo de crédito.
O extrato das contas de pessoas físicas ou de microempreendedores individuais passará a conter dados como limite de crédito contratado, saldo devedor na data do fornecimento do extrato, valores usados diariamente, valor e a forma de apuração da eventual tarifa cobrada pela disponibilização do limite de crédito, taxa de juros efetiva ao mês e valor dos juros acumulado no período de apuração até a data do extrato, destacando eventuais cobranças da tarifa pela disponibilização do limite.
Os bancos que cobrarem tarifa por oferecer o limite do cheque especial deverão fornecer as informações a partir de 1º de junho. As instituições que optaram por não cobrar a tarifa só deverão detalhar os dados a partir de 1º de novembro.
No fim do ano passado, o Conselho Monetário Nacional (CMN) limitou os juros do cheque especial a 8% ao mês, equivalente a 151,8% ao ano. Em contrapartida, autorizou os bancos a cobrar tarifa de 0,25% sobre o limite do cheque especial que exceder R$ 500, tanto de quem usa como de quem não usa a linha de crédito.
A cobrança da tarifa entrou em vigor em 1º de janeiro para novos clientes. Para os antigos clientes, o desconto de 0,25% só passará a incidir a partir de 1º de junho, caso o banco opte pela cobrança.
Agência Brasil.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Francione Clementino: lembranças, saudades, legado e inspiração


Em agosto de 2014, durante a IV Semana dos Trovadores, evento anual realizado pelo centro Acadêmico Fátima Barros na UFRN, do qual sou um dos criadores, mais uma vez estávamos juntos, para externarmos as nossas experiências no fazer artistico (Arquivo pessoal).

Por Eliabe Alves
Muitos, foram os momentos e lugares, nos quais pude contar com a amizade e generosidade de Francione Clementino da Silva, o nosso inesquecível “França”, de quem nessa quarta-feira 05/02, nos despedimos com saudade e desejamos um bom descanso ao lado de Deus. “França”, enquanto poeta, ao longo da carreira estave disposto a colocar a sua inteligência a serviço da cultura e do pensamento da cidade, sendo assim, em nossos saraus literários, lá estava ele recitando seus cordéis satíricos de humor cortante e mordaz, com decassílabos, nos quais, exprimia perspicácia criativa de bom versejador. 

Ao longo do tempo, mantivemos uma relação de amizade e cooperação artística, haja vista que ambos tínhamos um comum encantamento pela as artes. Em 2008, por exemplo, noivo com a professora Josiane Darc e sem pestanejar, o poeta pensou em fazer um convite de casamento diferente, que retratasse a veia cômica, própria da verve de seu espirito aberto a inovações e, assim sendo, me procurou para que eu desenhasse sua caricatura, envolto em laço, que por sua vez era puxado por sua cônjuge. 


No mesmo ano, participamos do recital literário, em homenagem aos 35 nos de fundação da biblioteca municipal Profª Bernadete Xavier Gomes, ocasião em que o cordelista declamou versos do folheto “Exame de próstata é moleza. O perigo é se aviciar”, que havia sido lançado em 2005. 2012, como era ano de eleições municipais, mais uma vez, embarquei em sua aventura criativa, ilustrando o cordel “Comprar voto é bom demais”, que foi vendido na Feirinha de São Francisco, alternativa de discurso poético contra os maus costumes políticos regionais. Em agosto de 2014, durante a IV Semana dos Trovadores, evento anual realizado pelo centro Acadêmico Fátima Barros na UFRN, do qual sou um dos criadores, mais uma vez estávamos juntos, para externarmos as nossas experiências no fazer artístico cotidiano.


Obras literárias lançadas em 2007, fruto do genio e da pena versátio de Francione (Aquivo Pessoal).
No mesmo ano, participamos do recital literário, em homenagem aos 35 nos de fundação da biblioteca municipal Profª Bernadete Xavier Gomes, ocasião em que o cordelista declamou versos do folheto “Exame de próstata é moleza. O perigo é se aviciar”, que havia sido lançado em 2005. 2012, como era ano de eleições municipais, mais uma vez, embarquei em sua aventura criativa, ilustrando o cordel “Comprar voto é bom demais”, que foi vendido na Feirinha de São Francisco, alternativa de discurso poético contra os maus costumes políticos regionais

No entanto, não era só no campo das artes que nossos pensamentos convergiram, em 2016, o amor pelo nosso município, nos levaram ao mesmo palanque político em apoio a coligação Unidos por Lagoa Nova. Ele na condição de candidato a vereador pelo (PTB) e eu como apoiador, acreditamos e defendemos o mesmo ideário eleitoral. Na disputa, o poeta que era servidor concursado da câmara, não obteve êxito, posto que, ele não levou a sério, a necessidade de pedir de voto aos eleitores afirmando aos mais próximos, como era de seu feitio humorístico: Estou nessa, para ajudar nosso candidato e garantir férias extras do trabalho”. 


Discurso poético com víeis popular, conhecido nas rodas literárias como “poesia matuta”, inspirado na fala coloquial do povo, carregado de humor, era o gênero prediletos de Francione (Arquivo Cedido).


Como jovem intelectual de estilo boêmio, sempre que podia curtia a noite lagoanovense e, sempre era recebido com alegria e brincadeira por uma legião de amigos, que dialogavam com ele sobre futebol, festas, religião, política municipal, estadual ou nacional. Outra boa pedida, dos encontros com os companheiros noturnos, era ouvir a músicas ou comentar letras preferidas de Raul Seixas, Zé Ramalho, Legião Urbana, Capital Inicial. Que inclusive, chegou a organizar caravana, que pegavam a estrada com destino a capital potiguar, para ir assistir shows de bandas como a do vocalista Dinho Ouro Preto. 

Francione clementino, tinha licenciatura em Letras e pós-graduação em Língua Inglesa pela UFRN. Além de sua terra natal, também era concursado no vizinho município de Bodó, lugar onde lecionou Inglês e disciplinas complementares, nas escolas Manoel Catarino e José Maria do Nascimento. Durante o ano de 2017, primeiro ano de governo do prefeito Luciano Santos, exerceu o cargo de secretário executivo da prefeitura de Lagoa Nova/RN, ali passamos a conviver diariamente, haja vista à época, que a salinha de comunicação, ficava vizinha ao seu espaço de trabalho, assim passamos meses em sua companhia, aumentando a nossa amizade, ao sabor de tiradas de humor, anedotas e sorriso meleque no rosto. 

Legado do escritor 

Na ceara literária, deixou como legado os cordéis: O morto que inviveceu (2004); A fila no céu (2005), Exame de próstata é moleza. O perigo é se aviciar (2005); Chamego com a viúva (2008); Compra de voto é bom demais (2012); Promoção da Coca Cola (2015). Porém sua contribuição cultura, não para por aí, ainda publicou os livros “Romance: Vila dos Lobisomens (2007); Poesia: (Hoje palavras, amanhã poesias (2017). 

Francione, como escritor de pena versátil, é possível perceber que 20017, foi a fase mais produtiva de sua carreira, além de escrever cordel, publicou o livro “Ontem palavra, amanhã poesia”; romance “Vila dos Lobisomem” e redigia a coluna “Informe Legislativo” no jornal “A Notícia”, apresentando resumos dos requerimentos, projetos e discursos dos vereadores de Lagoa Nova/RN. 




Discurso poético com víeis popular, conhecido nas rodas literárias como “poesia matuta”, inspirado na fala coloquial do povo, carregado de humor, era o gênero prediletos de Francione, esse gênero poético permeou os cordéis imaginados e escritos por ele, em 2015, publicou o último, com título “A promoção da coca-cola”, cuja capa trás impressa a xilogravura de Edilson Aureliano, descrevendo um romance nas areias da praia entre o casal “Ciço e Antonha”, conforme está descrito nos versos de abertura: “Certo dia numa praia/ Um casal de namorados/ Resolveram entrar na baia/Provando ser apaixonado/O noivo mêi sem vergonha/ Propôs para Antonha/Uma coisa esquisita/ Pra que debaixo da lua/Antonha ficasse nua/ Naquela noites bonita”. 

Romance fantástico

A obra de ficção “Vila dos Lobisomens”, assim com o outro livro mencionado, encontra-se esgotada, na posse de leitores e colecionadores, não sendo possível encontra-la em livrarias. Saiu em tiragem por volta de 500 exemplares, publicado de forma artesanal e, por sua vez, foi lançado em stand da Feirinha de Sant’ Ana. É uma narrativa curta, inspirado no folclore brasileiro e tem na lenda do “Lobisomem”, o clímax, ou seja, o ponto mais alto da história, cuja a ambientação é situada em Cabrobó, alto sertão pernambucano, cuja a estética e enredo lembram o estilo do escritor colombiano Gabriel G. Max, ícone da que que ficou conhecido como “Literatura Fantástica”. 

Assim como os poetas românticos e parnasianos, Francione Clementino faleceu precocemente aos 37 anos de idade, deixou viúva Josiane Darc Carlos Santos, de 36 anos, com quem foi casado durante 12 anos e o filho Arthur Carlos Clementino de 9 anos. Francione, nasceu em 11 de outubro de 1982, filho de Theodoro Clementino de Medeiros “Dorico” e Maria Francisca da Silva “Liínha”, vindo de uma numerosa família e mesmo de origem humilde, galgou posição de destaque na vida profissional.

Aplausos, para sua trajetória inspiradora e legado imortal !



segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Arte educadora iniciará projeto CRIA



A arte educadora Rosângela Azevedo, na cidade de Lagoa Nova/RN, partir do dia 10/02, será  iniciará o Projeto CRIA... Manha das 8:30 as 11 e a tarde das 14 as 17 horas nas segundas, quartas e sextas. 

Lembrando que nas segundas-feiras, acontecerão  oficinas empreendedoras e gestão da emoção, nas quartas robotica e nas sextas ingles e oficina culinária. A iniciação a robotica será iniciaçao a computação e em março iniciamos com os kits de robótica. 

O programa completo tem mensalidade de 70 reais. Para fazer somente robotica mensalidade de 40 reais. Para fazer oficina de ingles e culinaria mensalidade de 40 reais... Alem disso oferecemos jogos e brincadeiras de atividades fisicas e diversão.... Quem compartilha, indica e marca amigos ganham material grátis.

Serviços:
Local: Lagoa Nova/RN-Rua Tomaz Silveira,108.
Horário: Das 14hs às 17hs.
Inicio: 10 de fevereiro de 2020.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Pesquisadores chineses testam medicamentos contra coronavírus

Em busca da cura, cientistas chineses vão testar 30 produtos (Reuters/Navesh Chitrakar/direitos reservados).
A Academia Chinesa de Ciências (ACC) anunciou que seus pesquisadores selecionaram 30 medicamentos existentes, produtos naturais biologicamente ativos e medicamentos tradicionais chineses que podem ter efeitos terapêuticos contra o novo coronavírus para testes mais específicos.
Uma equipe conjunta de pesquisa de cientistas do Instituto de Matéria Médica de Shanghai da ACC e da Universidade ShanghaiTech está procurando medicamentos para combater o 2019-nCoV, que já causou 106 mortes e infectou 4.515 pessoas na China até o fim desta segunda-feira.
Os pesquisadores da Universidade ShanghaiTech, liderados por Rao Zihe e Yang Haitao, revelaram no domingo a estrutura de cristal de alta resolução de proteinase, principal viral (Mpro) do novo coronavírus.
A Mpro, que controla as atividades do complexo de reprodução do coronavirus, é um alvo para terapia.
Com base nos estudos sobre a Mpro do 2019-nCoV, a equipe filtrou os medicamentos no mercado, assim como os bancos de dados de compostos de alta potência e de compostos de plantas medicinais, e selecionaram 30 candidatos através de uma combinação de análises virtuais e testes de enzimologia.
Os candidatos incluem 12 medicamentos anti-HIV, como Indinavir, Saquinavir, Lopinavir, Carfilzomib e Ritonavir, dois contra vírus sincicial respiratório, um anti-esquizofrenia, assim como um imunossupressivo.
Alguns remédios tradicionais chineses que podem conter componentes efetivos contra o 2019-nCoV, como Polygonum cuspidatum, também estão na lista.
Os pesquisadores sugeriram que os medicamentos candidatos sejam considerados para o tratamento clínico de pacientes com pneumonia infectados pelo 2019-nCoV.
A equipe efetuará mais testes nas substâncias selecionadas para fornecer orientação para estudos e tratamentos clínicos do coronavírus, revelou a ACC.
Agência Brasil.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

“Comportamento nas redes sociais é um reflexo da fé”, lembra teóloga

Você pode usar as redes para criar laços ou para sentir inveja das pessoas e adoecer emocionalmente.
Mulher olhando o Instagram. (Foto: Kate Torline / Unsplash).
Para a teóloga Angela Gorrell, a forma como usamos as redes sociais pode determinar como está o nosso relacionamento com Deus, por isso ela tem ensinado sobre como usar bem essas redes e compartilhar os valores cristão. “O que compartilhamos nas atualizações de status e como conversamos com outras pessoas – com o que nos alegramos e com o que lamentamos – diz algo sobre o que acreditamos sobre Deus”, disse ela ao Baptist News.

Autora do livro “Always On: Practicing Faith in a New Media Landscape” [Sempre On: Praticando a Fé em um Novo Cenário de Mídia], Gorrel afirma que, suas pesquisas e de outros especialistas mostram que as pessoas devem se preocupar mais em como gastam tempo nas redes sociais do que com o quanto tempo gastam.

O envolvimento ativo com outras pessoas de maneiras positivas e encorajadoras cria relacionamento e até intimidade com seus contatos on-line. Sentimentos de gratidão e empatia geralmente resultam dessa abordagem.

Por outro lado, gastar esse tempo consumindo grandes quantidades de conteúdo enquanto percorre passivamente as postagens de outras pessoas – basicamente sendo um peregrino digital – pode levar à depressão e a sentimentos de inveja.

“A diferença é como gastamos nosso tempo online”, disse Gorrell.

Por Gospel Prime.

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

MEC suspende inscrições no ProUni

Como a divulgação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) está suspensa pela Justiça Federal, não é possível dar continuidade ao cronograma de outros programas do ensino superior


O Ministério da Educação (MEC) informou na noite desta segunda-feira, 27, que vai suspender por tempo indeterminado a abertura de inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni). Segundo o ministério, como a divulgação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) está suspenso pela Justiça Federal, não é possível dar continuidade ao cronograma de outros programas do ensino superior.

As inscrições para o ProUni teriam início nesta terça-feira, 28. Apesar de não abrir as inscrições, o ministério diz que os estudantes poderão consultar as 251 mil bolsas que serão ofertadas.

No domingo, 23, a presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou o pedido da AGU para derrubar a decisão que suspendeu a divulgação do Sisu. Para ela, os entendimentos da Justiça Federal de São Paulo "nada mais fizeram do que proteger o direito individual dos candidatos do Enem a obterem, da administração pública, um posicionamento seguro e transparente a respeito da prova que fizeram".

"Os cronogramas definitivos dos programas de acesso à educação superior serão publicados após descisão final da justiça, tendo em vista que o resultado do Sisu é condição necessária para inscrição no ProUni e Fies", disse o ministério em nota.

O caso

Na segunda-feira, 20, o MEC divulgou ter identificado erro na correção de 5.974 provas, de 3,9 milhões participantes da última edição da prova. O ministro Abraham Weintraub garantiu que, após essa análise, todos os candidatos estavam com as notas corretas e, por isso, abriria as inscrições no Sisu. No entanto, não foi apresentado nenhum documento ou estudo técnico sobre o procedimento feito.

O erro só foi identificado pelo ministério após reclamação dos alunos. O ministro Abraham Weintraub admitiu o erro depois de afirmar diversas vezes que a gestão Bolsonaro havia feito o "melhor Enem da história".

Apesar de ter informado que encontrou erro em 5,9 mil provas, o MEC recebeu mais de 175 mil pedidos de recorreção da nota, mas não respondeu aos candidatos se fez uma reavaliação ou uma justificativa que comprovasse que a correção estava segura.

Fonte: O Dia / com informações Estadão Conteúdo / Foto: Agência Brasil .